Vestir de acordo com a cerimónia do casamento

noiva a colocar a aliança

Para os convidados em geral

Convém lembrar que a maior parte das vezes, qualquer um de nós tem a roupa certa para cada ocasião no seu próprio armário. Não vá a correr comprar uma roupa para um casamento sem saber que tipo de casamento trata; se é um casamento formal, semi-formal ou informal. Aguarde pelo convite de casamento, neste deve vir mencionado a formalidade do casamento e a hora a que vai ocorrer. Caso isto não aconteça, não há problema algum em perguntar aos noivos. Nestas situações não convém assumir nada.

Para as convidadas

Muitas vezes notamos convidadas a pecar pelo excesso. Afinal quem é a noiva na festa? Quem se veste para dar demasiado nas vistas para um casamento, erra! Deve-se sempre respeitar o tom da festa, casual ou formal. Em Portugal, quanto mais tardia for a festa mais casual tende a ser.
Muitas pessoas nestas ocasiões vestem roupas que não costumam vestir usualmente e ficam completamente "às aranhas". Em caso de dúvida, vá sempre pelo mais simples, embora isto não queira dizer desportivo! Não se esqueça que totalmente vestida para um casamento de preto jamais! Guarde essa roupa para um funeral. Preto, só combinado com outras cores, o mesmo se aplica à cor branca, afinal quem é a noiva?!

Um casamento não é um baile de gala, e pede roupa apropriada. Uma cerimónia exige uma certa contenção nos brilhos e do próprio corpo. Caso a cerimónia seja uma cerimónia religiosa, convém que haja uma moderação nas rachas e nos decotes. Os decotes devem ser disfarçados até à hora da festa por estolas, echarpes, ou lenços.

Não se esqueçam das meias. Brancas… jamais! Quer para homens, quer para mulheres. Poupem-nos ao sindroma do pé ou da perna engessada.

Caso opte por usar luvas nunca assista à cerimónia com elas calçadas. Nunca use anéis sobre as mesmas, ou cumprimente alguém com elas calçadas, ou mesmo caia no erro de comer com elas calçadas. Luvas compridas não combinam com meias mangas.

O chapéu, este tão “nunca sei quando usar” acessório, deve ser usado de manhã com abas pequenas, ao meio-dia e ao fim da tarde com abas largas, e sempre com luvas. Quando chega o momento de decidir se o devem usar ou não, fiquem esclarecidas que este não é um acessório obrigatório, a não ser que venha mencionado no convite.

 Nos casamentos informais ou semi-formais, os vestidos pelo joelho, os taieurs (saia e casaco) são os mais adequados. Caso não goste de mostrar as pernas, pode usar o fato tradicional.
Num casamento formal, a roupa a usar deve ter um toque de sofisticação. Nessa altura  podem-se usar estolas, bijuterias, brilhos e malas pequenas com brilho… mas este tipo de casamento não é um baile, e exige um certo decoro, por exemplo, não se deve usar um vestido rodado, cheio de lantejoulas que vá ofuscar a noiva.

Para os convidados homens

Um casamento formal é geralmente celebrado pela manhã em Portugal. Caso não haja informação contrária nos convites, deverá ser um casamento solene.
Mas um casamento formal não implica ser de dia, pode ser à tarde, caso os noivos o decidam. Assim sendo, quando passar das quinze horas usa-se o tradicional smoking com laço de borboleta e camisa branca, enquanto que pela manhã se usa o fraque, exigido para o noivo e para os padrinhos, com camisa branca e gravata. Os convidados jamais devem de ir sem gravata! Num casamento formal jamais use cores claras ou branco, a não ser que seja militar, é claro!

Nos casamentos semi-formais, podem-se usar fatos de tons mais claros, como areia, ou caqui, podendo a gravata ser dispensada caso o deseje. Um casamento que não seja formal, a cor do traje pode ir de acordo com a luminosidade diária, ou seja, quanto mais tarde se der o casamento, mais escuro deve ser o traje.
Dica: Até ás 18h é considerado dia.

Nos casamentos informais pode usar-se só o tradicional blazer com ou sem gravata.

Para as mães, madrinhas e padrinhos

A noiva é que decide o tamanho do comprimento dos vestidos. Perguntem-lhe que tipo de roupa devem levar, em vez de se porem à procura de algo que a noiva não aprove. O traje dos padrinhos deve ir de acordo com a cerimónia e com o noivo, caso seja um casamento formal, o padrinho, bem como o noivo deve usar o tradicional fraque.

Para as noivas

No caso do vosso casamento, renunciem aos excessos. Excessos de bordados, excessos de rendas, juntamente com véus bordados a cristais, bouquet cheio de brilhos ou pior, tudo junto, lembrem-se que a elegância não é exagero!

O vestido de noiva, em geral, é considerado um vestido formal. Mas existem vestidos mais formais do que outros… o que os distingue? O tecido e os acessórios.
A seda, os bordados, a renda, o comprimento, as pedras bem como o longo véu são considerados factores determinantes de um vestido formal. Todos os outros vestidos não são tão formais, como os vestidos pelo joelho. Num casamento formal o ramo da noiva também deve ser elaborado com flores mais nobres.
O uso de chapéu em vez de véu, as pérolas, os ramos com flores mais exóticas, entre outros, simbolizam um casamento menos formal.

Para as segundas, terceiras, e assim por diante noivas…

Nos dias que correm, às vezes acontece que já não há só um casamento na vida, e como tal, também existe uma certa sobriedade no trajar de uma noiva que se vai casar quando esta não seja a primeira vez. Não quero com isto dizer que uma noiva que case pela primeira vez não possa usar outras cores que não o branco. Aliás, o branco, em termos de fotografia fica muito “menos bem” pela sua luminosidade, do que cores mais ricas, como o rosa ou champanhe. Um vestido branco, minhas queridas, infelizmente só é adequado ao primeiro casamento. Para num casamento posterior ao primeiro, o traje da noiva requer essencialmente cores como: bege, champanhe, rosa… tudo menos branco! Caso opte por uma cor mais forte, tudo bem, pode demonstrar que detém uma personalidade mais extravagante, mas esqueça um grande bouquet ou mesmo um véu, são totalmente desadequados nestes casos.

Para o noivo

Ao longo do tempo assisti a casamentos que recordo pelo bem gosto, e outros que me divertiram pelo seu lado mais aterrador, ensinando-me definitivamente o que não fazer.
O noivo não precisa de parecer o bobo da corte. Ele também tem direito ao bom gosto e à sobriedade elegante que merece.
O noivo não deve de ir vestido da cor do bouquet da noiva, nem das toalhas de mesa do local da festa… o noivo que se pode admitir vestido de lilás será o noivo do bolo de casamento.
Não vão a mascar uma pastilha elástica, lembrem-se que hoje em dia os filmes registam tudo!!
Não se combina a gravata com o lencinho da lapela, nem com qualquer outro item da festa.
Não se usa botas, ténis ou sapatos com sola de borracha, por muito tentadores que sejam, não combinam com casamento. Use sempre sapatos de cordão que vão servir para muitas mais ocasiões.

Artigos relacionados

Amoras leite e cereais
Evitem estas comidas e sintam-se bem no dia do casamento.
Casamento no campo
Se sonharam com um casamento ao ar livre com um tom rústico e com ar natural, um casamento no campo pode bem ser a realização...
Convites de casamento
Regras para os convites de casamento   Um convite de casamento recebido é único e intransmissível; se recebeu um convite de...
Noivos dias depois do casamento
Depois do dia do casamento A não ser que seja familiar ou algum convidado de honra, não ligue para os noivos até cerca de um...

nos fornecedores

A Frontkom é uma empresa que oferece serviços diferenciados na...
A Step é o resultado de um projeto profissional de duas sócias,...
Organização de eventos. Ideias de Veludo tira dúvidas, organiza...

na galeria

Ferramentas