Ritual da cerimónia religiosa do casamento católico

Padre a realizar cerimónia de casamento religioso

Quer optem por casar no civil ou pelo religioso o resultado final legal é sempre o mesmo, a única diferença é que a cerimónia religiosa é acrescida dos rituais religiosos.

A cerimónia de casamento tem uma estrutura básica que poderá permanecer simples ou ser acrescentada com diversos detalhes que a tornarão mais pessoal.

Ritual básico da cerimónia religiosa

  • Procissão de entrada
  • Início da celebração feito pelo sacerdote que celebra a cerimónia
  • Rito do Matrimónio (...sim aceito)
  • Encerramento da cerimónia pelo sacerdote
  • Assinaturas
  • Procissão de saída

Procissão de entrada

Para simbolizar “o encontro de duas vidas” a entrada no local da cerimónia é feita em alturas diferentes e muitas vezes por locais diferentes. Os noivos encontram-se em frente a quem mais amam e unem as suas vidas. Tradicionalmente, a procissão de entrada básica é:

  • O noivo entra com o padrinho pela porta lateral da igreja colocando-se ao lado direito do altar ficando o padrinho do seu lado direito.
  • Entram os pais do noivo que se sentam na primeira fila do lado direito da igreja.
  • Entra a mãe da noiva que se senta na primeira fila do lado esquerdo da igreja.
  • Entra a madrinha que se coloca no lado esquerdo do altar.
  • Antes da noiva, entra o menino das alianças seguido pela menina das flores.
  • Entra a noiva pela porta da frente ao lado esquerdo do seu pai, ou da pessoa que a acompanhar ao altar.
  • A noiva é entregue ao noivo, colocando-se ao seu lado esquerdo.
  • O pai da noiva dirige-se para o lado esquerdo da igreja, sentando-se na primeira fila, ao lado da mãe da noiva.

Início da celebração

Logo que todos estejam no seu devido lugar, depois de a noiva ter sido escoltada até ao altar pelo seu pai, e de se posicionar ao lado do seu futuro marido, o sacerdote dá início à cerimónia, anunciando que o momento que se seguirá terá como fim a união de duas pessoas à luz de uma cerimónia religiosa.

Rito do Matrimónio

O rito do Matrimónio é o pico da cerimónia de um casamento, o segundo sim mais importante na relação até este dia, pois o primeiro já foi proferido quando aceitaram casar. O rito do Matrimónio envolve uma promessa de intenções e de expectativas relativamente ao casamento. Esta parte da cerimónia, implica também a constatação da livre vontade das partes, das disposições de fidelidade e da aceitação e educação dos filhos. Estas promessas e expectativas devem ser levadas em consideração e com toda a seriedade que elas representam.

Diálogo antes do consentimento

Depois de dar inicio à celebração da cerimónia, o sacerdote interroga os noivos sobre a liberdade das suas vontades (liberdade de consentimento) e sobre as suas disposições de fidelidade, de aceitação e educação dos filhos.

União das mãos e consentimento

O sacerdote convida os noivos a expressarem o seu consentimento:

. “...prometo ser-te fiel, amar-te e respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da nossa vida.”, sendo estas palavras intenções e promessas que pretendem cumprir durante a união.

Aceitação do consentimento

De seguida o sacerdote faz a aceitação do consentimento “Confirme o Senhor, benignamente, o consentimento que manifestastes perante a sua Igreja, e Se digne enriquecer-vos com a sua bênção. Não separe o homem o que Deus uniu.”

Troca de alianças e beijo

Seguido do diálogo do consentimento surge a bênção e a troca das alianças que fundamentam o diálogo de promessas feito anteriormente. As alianças são colocadas no dedo anelar esquerdo. Ambos os noivos preferem as palavras “... recebe esta aliançam como sinal do meu amor e da minha fidelidade. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.” Por fim – tradição oriunda dos tempos romanos - este pacto é selado com um beijo.

Encerramento da cerimónia pelo sacerdote

O sacerdote responsável pela cerimónia profere algumas palavras e declara o casal como marido e mulher. A partir deste momento serão oficialmente Sr. e Sra.

Assinaturas

Independentemente de a cerimónia ser civil ou religiosa, na penúltima fase da cerimónia, os noivos e os dois padrinhos prestam as suas assinaturas no livro dos assentos da igreja como testemunhas de uma união acabada de celebrar, terminado desta forma a faceta legal do acontecimento.

Procissão de saída

A porta de saída está à espera, bem como toda a família e amigos para saudar e celebrar o dia com muita animação e felicidade.

Depois das assinaturas a procissão de saída é feita da seguinte forma:

  • Sai a noiva pelo braço direito do noivo
Crédito imagem: 1

Artigos relacionados

Um casamento católico implica sempre um Curso de Preparação para o Matrimónio anterior ao dia do casamento.
Ramo de flores pendurado no banco da igreja
Pode acontecer que um dos noivos pertença a uma religião diferente da católica, mas que não se abstenha de celebrar o casamento...
cerimónia de casamento
A cerimónia de casamento é dotada de algumas regras de etiqueta que servem para facilitar todo o decorrer da mesma...
Casamento religioso católico na igreja
Quando ambos os noivos partilham da mesma religião, existe uma grande probabilidade que prefiram uma cerimónia religiosa em...

nos fornecedores

Quinta para casamentos localizada na Malveira a 20 min. de...
A Baby Balloon é uma empresa especializada nas Largadas de...

na galeria

  • vestido de noiva branco sereia

Ferramentas