Música da recepção do casamento – o que não fazer

Danças no casamento

Só porque já contrataram o DJ ou a banda para a recepção do casamento, não significa que não tenham de se preocupar mais. Preparem-se e “repreparem-se” para a música da festa do casamento.

No casamento tudo tem de estar numa verdadeira perfeição: o vestido de noiva, o fato do noivo, as madrinhas, a cerimónia, o jantar, as flores,  o cocktail, o transporte, entre muitos detalhes, mas a música é o que anima ou não a festa do casamento. Dito isto, nem pensar em descurar o que pode fazer a grande diferença na festa do casamento. A música deve estar de acordo com a festa de casamento que sonharam: um jantar calmo e chique com música jazz de fundo, um jantar temático dos anos 60 ao som das músicas românticas do Elvis; e na hora do baile, música que anime tudo e todos.

O que quer que ambicionem para a música do casamento, existem sempre coisas que NÃO devem fazer:

Não deixar os convidados participarem na festa

O baile abre com a primeira dança dos noivos, mas logo de seguida se os convidados não aderirem, o baile pode tornar-se monótono e quase inexistente. Para os últimos minutos da primeira dança dos noivos, combinem com vários amigos uma forma deles interromperem o final da primeira dança com uma animação: pode implicar apenas uma dança animada, ou até combinarem uma divertida coreografia com eles. Outra forma de convidarem os convidados a participar na festa, é conversarem previamente com o DJ ou vocalista da banda, que logo no final da primeira dança deve chamar os convidados para dançar, e apelar ao seu lado divertido.

Deixar os convidados à espera em silêncio

Por muito que o som da música demasiado alto seja um “nem pensar”, não ter nenhuma é um “nem pensar” também. Deixar os convidados no cocktail da recepção, ou pior ainda, durante o jantar sem música de fundo, não é boa ideia. O som da música de fundo torna o ambiente acolhedor e ajuda à conversa, enquanto o silêncio torna o ambiente muito desconfortável e pouco convidativo à interação das pessoas. Certifiquem-se que existe música de fundo, ou ao vivo, logo que os convidados cheguem ao local da recepção, e também durante todo o almoço ou jantar, não apenas durante o baile do casamento.

Não fazer um teste de som

O local da recepção deve ser “amigo do som” e não um pesadelo. É muito importante que a banda ou o DJ façam testes de som, e vocês se certificarem que concordam com o volume do mesmo. Por exemplo, se durante o jantar os convidados não se ouvirem devido ao elevado som da música, não vai haver interação e garantidamente a festa não correrá tão bem.

Um jantar de casamento não é suposto ser uma discoteca, onde as pessoas só conversam aos gritos, em vez disso o som da música deve ser agradável e simpático.

Coordenem com a banda ou DJ, para ir aumentado o volume ao longo da festa: um som agradável e baixo durante o almoço/jantar até ao máximo permitido na última música da festa. Se perceberem que o som está muito alto, peçam ao padrinho ou madrinha para conversar com o DJ ou com o responsável da banda para ajustar o som ao ambiente.

Colocar o som da música demasiado alto

Tenham também atenção aos mais velhos que não são propriamente amantes do elevado volume musical e que também podem ter momentos muito desagradáveis. Usualmente o gestor do local de casamento sabe quais as limitações de som, perguntem a opinião dele; mas não deixem de ir com a banda ou com o DJ fazer um teste de som para o jantar, verifiquem se conseguem conversar de forma agradável, e testem também o som para o baile onde obviamente, o som pode e deve ser mais elevado. Se sonham em ter um trio de jazz, um violino, ou um duo de violas para acompanhar o jantar/almoço de casamento, têm de ser flexíveis e perceber que em certos locais o som não ressoará bem, nem será algo agradável de escutar; por isso, um teste de som é sempre necessário, porque a acústica do local pode não permitir a solução desejada, tendo assim de encontrar outra solução.

A primeira dança que nunca mais termina

Por muito que os noivos estejam nas sete quintas do amor a dançar a primeira dança, este momento só é deveras encantador para os convidados se for dentro de um tempo razoável e não “um nunca mais termina”. Depois de decidirem qual será a música da primeira dança, determinem o tempo da mesma. Pratiquem a música e o tempo da mesma; conversem com o DJ para cortarem a música num momento e tempo adequado sem os convidados perceberem que a música foi cortada, caso isso seja necessário. Notem, se estiverem apenas a dançar uma balada de forma calma, mais de 3 minutos quer para vocês, quer para os convidados pode começar a ser angustiante em vez de romântico.

Deixar o DJ controlar tudo

Mesmo que o DJ tenha uma reputação de ser um óptimo animador ou um “faz a festa de arromba” não se deixem dominar por esta ideia. Embora devam deixar o DJ ou a banda gerir a música, não deixem de lhes providenciar uma lista do que desejam que eles toquem, e ainda mais importante - do que desejam que eles não toquem. Notem, por vezes existem músicas que até podem ser engraçadas, mas que não vos recordam bons momentos, ou que simplesmente vos deixam num mau momento. O DJ ou banda deve ser capaz de substituir essas músicas por outras que animem os convidados. Também não devem prescindir de assistir a uma actuação do DJ ou da banda antes de assinarem o contrato para a animação musical do casamento. Se isso não for possível, oiçam um CD ou vejam um vídeo. Se vão contratar uma banda, conversem primeiro com o responsável para saber se tocam as músicas que desejam ouvir.

Demasiado temático

Se adoram o grunge dos belos anos 90, podem perfeitamente inserir acústicos dos Nirvana durante a recepção do casamento, porém não exagerem e não decidam colocar todo o reportório dos Nirvana, acústico ou não, durante a festa do casamento.

Incluam as vossas músicas favoritas, pois é óbvio que a festa deve reflectir a personalidade dos noivos. Mas enquanto criam a playlist do casamento, tenham em mente que os vossos pais podem preferir um Frank Sinatra, e que os vossos amigos poderão gostar da música da Lady Gaga.

Artigos relacionados

decoração
Uma recepção de casamento segue uma típica sequência e um formato que inclui várias etapas. Fica aqui uma ideia dos passos de...
cartões marcadores casamento
Se este é o vosso dia, também é um dia importante para os vossos convidados, pois certamente também vos são estimados. Como tal...
Um dos momentos mais marcantes da recepção do casamento é a primeira dança dos noivos, que tradicionalmente abre o baile.
números
Para que um casamento corra sem precalces, é necessário planeamento e método. Saibam quando devem comprar o vestido, distribuir...

nos fornecedores

Organização de eventos. Desde a gestão de orçamento, passando...
Somos um grupo de Guimarães que prima pela qualidade musical e...
A Quinta da Memória é prova viva de que o romantismo e o...

na galeria

  • Penhalta Acccessorie

Ferramentas