Ideias para a hora do cocktail

Noiva abraça amiga com cocktail

Logo depois da cerimónia surge a hora do cocktail. É o primeiro momento em que se sente que a festa do casamento está a começar a dar os primeiros passos. Esta circunstância é a mais indicada para determinar a disposição dos convidados e para imprimir o toque pessoal dos noivos. É uma ótima oportunidade para conviverem com a família e amigos de forma mais descontraída. Na hora do cocktail do casamento não existem limites para a criatividade, por isso, é uma boa oportunidade para deslumbrar os convidados.

Surpreendam!

Usualmente, os convidados chegam primeiro ao local do cocktail antes da sala principal da recepção, por isso, esta é a vossa primeira oportunidade de os surpreender.

Paleta de cores

Nem sempre tem de existir o mesmo esquema de cores decorativas entre o local do cocktail e o restante local da recepção. Poderão optar por uma inversão ou acentuação diferente do esquema das cores: se as cores do local da recepção são o rosa ou castanho e o bege, o local do cocktail poderá ser decorado com cores como o branco, bege e castanho. Desta forma notar-se-á uma distinção, não tendo de existir forçosamente um contraste.

Façam jus ao tema

Se vão celebrar um casamento inspirado num tema especial, então não se esqueçam de o incorporar na hora do cocktail. Caso o vosso tema seja “Uma viagem a Paris” ofereçam champanhe, queijos franceses, enchidos franceses, macarrons, vinhos franceses… Se o tema é “Vintage Português” ofereçam canapés de sardinhas enlatadas, enchidos de Trás-os-Montes, tostas barradas de azeite alentejano, cocktails de sangria, e adornem tudo com grandes molhos de cravos coloridos.

Façam algo especial juntamente com as bebidas

Ofereçam cocktails exóticos, coloridos, acompanhados de fruta exótica; coloquem uma mensagem de boas-vindas em cada cocktail; mandem imprimir bases de copos em papel com o vosso monograma; peçam ao catering para preparar cubos de gelo que incluem flores comestíveis ou frutos silvestres…

Ofereçam um bar especial

De acordo com o tema, ou não, ofereçam aos vossos convidados um bar temático, como um bar de ostras e de vodka; um bar de salmão fumado e Aquavit; um bar de cocktails tropicais ou um bar de cerveja estrangeira. Uma opção que funciona lindamente é elaborar um bar de flores, onde todo o bar é forrado com flores como hidrângeas ou girassóis. Oferecer um bar de sushi e sakê de sabores é uma opção que funciona muito bem, pois todos adoram sushi e quem não conhece poderá sempre experimentar.

Canapés e canapés

Os convidados chegam ao cocktail de casamento com o estômago vazio, por isso, para acompanhar as bebidas é necessário providenciar algo para comer, nem que seja para que as bebidas não façam estragos no humor dos convidados: pois não há nada pior que convidados de estômago vazio a beber bebidas alcoólicas.

Primeiro: escolham o menu

É importante considerarem que tipos de comida vão servir na hora do cocktail para que, apenas depois, decidam que bebidas vão servir! É importante perguntarem ao catering, ou ao bartender que tipo de cocktails poderão combinar com o tipo de comida que pensam servir na hora do cocktail; é muito importante não servirem comidas ou bebidas que não combinem.

Tapas é sempre uma boa solução

Tapas é uma boa opção, pois é uma espécie de prova de todo o tipo de comidas, mas em pequena quantidade. Embora as tapas sejam tipicamente espanholas, podem sempre ser adaptadas para o que desejarem; é apenas uma questão de conversarem com o catering. Optem por oferecer as tapas já em canapés, ou em miniaturas colocadas em tabuleiros e servidas aos convidados: desta forma conseguem com que os convidados não se acotovelem à volta da mesa, sendo algo mais elegante e onde no final se torna mais fácil evitar existirem pratos e sobras espalhadas pelo local.

Algo menos convencional

Pode ser uma opção ou apenas uma forma de tornarem o casamento num momento menos convencional: optar por uma recepção constituída apenas pela hora do cocktail. Isto implica deixarem de parte a refeição sentada, oferecerem um cocktail e de seguida um buffet de mini sobremesas e o bolo de casamento, podendo esta escolha, quando bem-feita, ser uma opção muito chique. Porém, convém informar os convidados de que assim se vai proceder, colocando essa informação no convite. De outra forma poderão frustrar as expectativas dos convidados e tornar algo especial em algo um pouco estranho. Uma ideia chique e original, é celebrarem o casamento ao final da tarde, aproveitarem o pôr-do-sol para um cocktail num jardim ou no topo de um prédio, onde existam inúmeros cocktails, tapas, sobremesas, um som simpático de fundo como um jazz ou uma guitarra…

Cocktail = bebidas!

Hoje em dia não há limites à criatividade. Contratar um barman que saiba fazer truques de bar e preparar deliciosos cocktails para os convidados, pode ser uma ideia de entretenimento e de preenchimento do fator bebida criativa.

Oferecer uma seleção de vinhos e ter um sommelier para dar uma pequena explicação sobre cada tipo de vinho, poderá ser um momento bem passado em todos os aspetos. Bares de vodkas de sabores, mini cocktails em copos de shots, martínis de maçã ou de chocolate são o máximo e fazem as delícias do olhar e do paladar.

Oferecer bebidas não alcoólicas é algo que não convém ser esquecido, por isso cocktails de sumos tropicais, uma seleção de chás ou refresco de café gelado, podem ser opções muito elegantes.

Artigos relacionados

casamento campo
Se sonharam com um casamento ao ar livre com um tom rústico e com ar natural, um casamento no campo pode bem ser a realização...
Noiva abraça amiga com cocktail
Logo depois da cerimónia surge a hora do cocktail. É o primeiro momento em que se sente que a festa do casamento está a começar...
empregada de mesa catering
Se o local do vosso casamento não providencia o catering; ou se o catering providenciado não é o indicado para vocês, o ideal...
Planear um casamento desde o início até ao grande dia é, de facto, difícil e pode acarretar momentos de cansaço e de stress....

nos fornecedores

String Quartet Solutions disponibiliza um quarteto, trio ou...
Organização de eventos. Desde a gestão de orçamento, passando...
Chamo-me Pedro Filipe. Para mim, a fotografia, mais que um hobby...

na galeria

Ferramentas