Como conseguir um casamento chique e glamoroso

Um casamento chique e glamoroso não significa de todo o casamento mais caro de sempre. Um casamento chique e glamoroso pode ser o vosso, é apenas uma questão de investimento em tempo, pesquisando boas ideias e conceitos para incutirem nos detalhes do casamento e conseguir juntá-los a todos de forma a não se sobreporem, nem a competirem uns com os outros. O conceito de casamento chique e glamoroso pode significar um casamento simples, um casamento formal, um casamento casual, um casamento de qualquer espécie de ajustado à personalidade dos noivos.

Um casamento chique e glamoroso é um casamento único. Acima de tudo é um casamento que impressiona os convidados pela sua singularidade, pelo facto dos noivos conseguirem passar a sua mensagem - que pode ser um tema ou um lema - de forma criativa, organizada e sem chocar; no geral é um Uau de surpresa positiva. É um casamento onde os convidados se sentem especiais por fazerem parte de um momento e evento que lhes enche o olhar e o coração.

E como criar um casamento chique e glamoroso?

Tudo dá trabalho, e organizarem vocês mesmos um casamento de início ao fim pode ser desgastante, mas não é impossível. Se prescindirem a ajuda de um designer de casamentos então preparem-se para pensar em tudo, e isto significa mesmo em tudo! Um casamento desta natureza implica cuidar de todos os pormenores, especialmente aqueles que nunca imaginaram considerar. Isto não significa custos, isto significa dedicarem uma grande parte do vosso tempo livre a pesquisarem, lerem e a inteirarem-se de tudo que diz respeito a um casamento e a torná-lo num evento positivamente único para os convidados e para vocês.

Ficam aqui apenas alguns dos grandes pormenores que um casamento chique e glamoroso deve incluir.

Comecem pelo início

Se vão casar basicamente necessitam de uma data, uma cerimónia, uma recepção, convidados e claro, vocês - os noivos. Depois de terem isto em consideração devem começar a dividir cada uma destas partes em várias e a decidir cada uma delas até ao detalhe mínimo. Antes disso criem uma inspiração para o vosso casamento, quer seja um tema especifico, um conceito, uma palete de cores, … O que interessa é que isso se perceba subtilmente nos detalhes, mas que não seja demasiado óbvio. Para um bom trabalho de base comecem com um quadro de inspiração de casamento.

Depois é só começarem a descascar cada secção do casamento como por ex: uma cerimónia de casamento civil ou religiosa; se for civil será ao ar livre ou dentro de portas, no cartório ou no local da recepção, de manhã ou de tarde, com flores ou sem flores, com um casal de padrinhos ou com vários, com meninos das flores ou com damas de honor, com meninos das alianças vestidos de forma casual ou formal, … vamos acomodar os padrinhos em casa ou num hotel, vamos enviar-lhes uma oferta de boas-vindas ou adicionalmente teremos tempo de ir jantar com eles… enfim, já devem ter percebido a ideia. Irem até ao grande detalhe é o grande conceito de um casamento glamoroso e muito chique.

Os convites de casamento

Um convite de casamento dita o tom de todo o casamento, quer seja feito à mão, quer seja feito por um grande designer; o convite de casamento basicamente deve informar: o quê, onde, quando e quem convida. Adicionalmente deve indicar o que os convidados devem vestir, e deve ter os contactos para os convidados poderem responder ao convite. Isto é tudo básico, mas um convite de casamento que anuncia a vinda de um momento especial deve ser também ele especial e único. Único não implica ser muito elaborado, implica sim ser um bom prelúdio do casamento, anunciando e informando de forma simpática e elegante o que está para vir. E nada mais único que contratar um caligrafista para fazer os vossos convites e endereçá-los manualmente. Isto é único e pessoal e muito chique. 

Uma cerimónia com significado

A cerimónia de casamento por si só já é significativa, e por vezes manter tudo bem simples é a melhor opção para dar um tom profundo ao momento. Porém simples não significa não ter atenção aos detalhes. Coloquem ou peçam a uma ou duas pessoas para receberem os convidados no local da cerimónia, para os acompanhar aos seus respetivos lugares, a fazê-los sentirem-se bem recebidos. Ofereçam a cada convidado um missal, isto fará os convidados sentirem que podem seguir a cerimónia. Mostrem que pensaram neles e em recebê-los bem. Podem porém acrescentar um gesto único à cerimónia, como simplesmente fazerem uma leitura em homenagem a alguém querido que tenha falecido, ou um pequeno ritual pessoal que mostre um momento único, como verter pétalas de rosa num lago ou rio próximo, como símbolo do vosso amor.

 

Os noivos

Tudo está nos detalhes e a simplicidade dá ênfase aos detalhes. Se a noiva escolher um vestido muito trabalhado, então deve poupar nos acessórios e investir em acessórios simples, e vice-versa. Todos estarão de olhos na noiva, mas ela deve exibir com um look em consonância com o noivo, tudo dentro do estilo que escolheram para o casamento. Ambos devem ser o casal mais emblemático da festa.

Os acessórios

Os acessórios devem demonstrar a personalidade da noiva e estarem de acordo com o casamento. Por exemplo incluir um colar vintage dará ao look da noiva um ar muito chique.

Dos acessórios aos sapatos da noiva

Os sapatos podem brilhar no look geral da noiva, podem ser os reis: num casamento chique, nada fica ao acaso e só porque a noiva usa um vestido comprido não implica que os seus pés não estejam adornados por um belo par de sapato. Os sapatos da noiva não têm de ser brancos, da cor do vestido, ou claros, podem ser um apontamento de alegria num look mais simples. Hoje em dia uns sapatos de noiva já não tem de ser os tradicionais sapatos brancos, um par de pumps bem coloridos podem ser um Uau num vestido branco. Isto é o que dá glamour e personalidade a um casamento, os pormenores e a sua unicidade positiva.

O noivo e seus acessórios

O noivo deve estar de acordo com o casamento, de acordo com a sua personalidade e claro, ser o rei da sua rainha. Se a noiva é a mulher mais bela da festa, o noivo deve ser o homem mais elegante. Isto não significa que ambos estejam vestidos de branco ou que o noivo use a gravata ou laço da cor do vestido da noiva. O noivo também tem a sua personalidade e deve brilhar por si.

Quem quer bons resultados …

Quer seja a noiva ou o noivo não se podem esquecer que um look deve durar um dia inteiro e deve ser à prova de fotografia e de filme(caso seja o caso). Uma boa maquilhadora e cabeleireiro são essenciais para um bom resultado. Optem por alguém que tenha experiência de sessões de maquilhagem profissionais, e não apenas quem faz isto por hobby.

Não tenham medo de dizer aos convidados os que vestir

Ao contrário do que possam pensar, estarão a fazer-lhes um grande favor. Não há nada pior do que não saber o que vestir num evento seja ele qual for. Existe um dress code para todas as ocasiões, mas nem sempre se sabe bem o que usar, então para resolver esse problema existem os convites onde se pode indicar o dress code. Basta colocarem algo simples como fato escuro, fato claro, fraque, etc.... que dará o tom para o que as senhoras devem vestir de forma a estarem de acordo com o tom do vosso casamento.

Homenageiem os mais velhos

Um casamento elegante, chique e glamoroso implica uma enorme dose de consideração pelos convidados, especialmente pelos mais velhos da família. Homenagear quem nos é mais querido não pode nunca ser esquecido numa ocasião destas. Criem momentos especiais: a noiva não tem de dançar apenas uma dança com o noivo, pode também dançar uma com o avô. Ao fazerem o discurso do casamento incluam os mais idosos da família e a sua querida presença no vosso casamento. Ser chique é ser grato.

Criar um Uau

Não se fiquem pelo básico, igual a todos os casamentos, glamour e sofisticação é tornar algo único. Então em vez de optarem por ter um cocktail apenas com aperitivos e bebidas, porque não acrescentarem um bar diferente, como um bar de sushi? Os convidados que apreciam vão adorar, e os que nunca apreciaram vão querer apreciar, e todos ficarão com uma sensação de terem feito ou conhecido algo bom. Não tem de ser um bar de sushi, pode ser um bar de cocktails coloridos, ou por exemplo um bar de café onde são servidos capuccinos, frapuchinos, cafés do mundo todo, martínis de capuccino, etc… Porém, não vão colocar um bar de cada nação, nem demasiadas opções, escolham um termo Uau e é só. Os convidados apenas necessitam de sentir que existe algo diferente, não um monte de coisas que os confunde e que não servem para valorizar nenhuma em especial.

Um jantar deve ter música agradável

Não há nada menos glamoroso e chique que um jantar onde as pessoas não se podem ouvir devido ao elevado volume do som. O som da música durante a refeição deve ser um som ambiente simpático que encha o fundo do silêncio, mas que não perturbe a conversa. Façam uma seleção prévia das músicas para tocarem durante o jantar e combinem com o DJ ou Banda o volume da música.

Criem recantos

Um espaço enorme sem recantos confortáveis apenas transmite um sentimento de desconforto. Criem, dentro do espaço disponível, recantos confortáveis onde os convidados possam relaxar e sentirem-se confortáveis, locais que não sejam penas sentados à mesa. Isto significa pensar em tudo, e em todos e por consequência obter um casamento muito, mas muito glamoroso.

Evitem qualquer tipo de caos

Ao contrário do que alguém possa dizer ou pensar, quanto menos dúvidas criarem aos convidados, melhor correrá o casamento. Isto significa que os convidados nunca, mas nunca deverão sentir-se na dúvida de onde se devem sentar, para onde ir, ou o que devem fazer. Ofereçam todo o tipo de ajuda, antes e durante o casamento. Juntamente com os convites de casamento enviem programas de casamento com mapas e coordenadas GPS e tudo explicado ao detalhe. Mantenham este tipo de atitude durante todo o casamento. Na recepção disponham o nome dos convidados individualmente por ordem alfabética em cartões de escolta onde cada cartão indica a sua localização no jantar da recepção; na mesa coloquem o nome ou número que a identifica e por fim, coloquem um cartão com o nome de cada convidado no seu respetivo lugar. Adicionalmente podem ter também hospedeiros que ajudam as pessoas a sentarem-se levando-as à mesa. Um bengaleiro é essencial para os convidados pousarem os seus pertences; esse bengaleiro deve ter alguém responsável onde os convidados podem deixar os seus casacos e acessórios bem guardados.

A recepção do casamento

A recepção é a festa do casamento e como tal envolve diversão e uma atmosfera propícia à mesma: uma atmosfera acolhedora. As pessoas para se divertirem, necessitam de se sentir acima de tudo bonitas, e isso consegue-se com uma iluminação decente, que implica muita luz difusa em vez de grandes holofotes apontados às faces das pessoas, tornando-as muito menos atraentes. A luz de velas propicia um ambiente quente e muito favorável ao convívio. Mesmo que a recepção comece iluminada à luz dia, com o cair da noite o ambiente vai mudando e a luz das velas toma cada vez mais conta do ambiente, começando a marcar o início da parte da festa mais animada.

Para além da iluminação toda a restante decoração do local é essencial para embelezar ainda mais e tornar local mais acolhedor. A presença de flores é quase essencial, pois as flores são naturalmente belas e um local embelezado é sempre mais acolhedor que um que não o seja.  Não há flores feias, e as flores não têm de ser dispendiosas para se conseguir obter um ambiente elegante. Simples margaridas podem dar um ar personalizado a um casamento muito chique, desde que dispostas da forma certa.

Não se esqueçam do conforto! É muito importante providenciar locais confortáveis aos convidados, se as cadeiras não são confortáveis, coloquem almofadas que acentuem a decoração.

As mesas do jantar devem ser servidas ao mesmo tempo, logo é necessário providenciar empregados de mesa suficientes para nunca faltar nada aos convidados. No final tudo deve fazer sentido, e os convidados devem sentir-se bem recebidos, confortáveis e desejarem que o dia não acabe.

Pouco e agradável

Pouco e agradável é preferível a muito e confuso – isto aplica-se a um casamento glamoroso e chique. Se estão indecisos em relação ao padrão das cores a usar na decoração da recepção do casamento, optem por cores térreas e simples. Os grandes adornos nem sempre são a melhor opção, por vezes o despretensiosismo de pequenos adornos florais em flores mais simples - mas em grande quantidade - podem tornar uma recepção de casamento encantadora e muito, muito chique. Na dúvida, mais vale a menos que a mais.

Menu da recepção

Descompliquem! Não façam do menu do casamento uma prova de comida. Um menu de casamento deve ser algo descomplicado, simples mas apresentado de forma elegante. Podem dar um toque de loucura na entrada e na sobremesa, mas para pratos principais optem por algo simples mas muito bem apresentado. A sobremesa não tem de ser inúmeras versões das variedades de doçaria disponíveis no mercado - podem optar por duas ou três sobremesas fabulosas e memoráveis.

Mantenham os convidados entretidos

Não têm de ser vocês a entreter os convidados, porque nem conseguiriam fazer isso com todos, nem seria realístico. Mas mantenham a expectativa dos convidados sempre em alta - nuca devem existir momentos mortos. Não necessitam de ter uma animação circense a cada momento, não é disso que se trata. Basta planearem todos os momentos ao detalhe para que os convidados nunca se sintam a pairar sem grande interesse por nada. O som de uma ou duas violas durante o cocktail da recepção e a circulação de tabuleiros de cocktails originais; um prato de comida diferente, uma música certa na hora certa, um discurso comovente, etc, são tudo momentos altos da festa que entretêm os convidados. Isto já será o suficiente para manter os convidados entretidos e em alta. Determinem o tempo certo de cada momento da receção e as transições entre eles. Relativamente ao entretenimento dos convidados lembrem-se: os convidados devem sempre ficar com a sensação de querer mais.

O bolo dos noivos

O bolo de casamento pode ser um dos protagonistas da recepção, já que faz parte de um grande momento da mesma. Um bolo de casamento deve criar sensação pelos bons motivos: o seu design e a sua simples originalidade. Um bolo de vários andares é um grande sim! Nem que metade dos andares sejam falsos, o bolo dos noivos pode ser especial, com um recheio saboroso, uma decoração surpreendente e ao mesmo tempo uma obra de arte admirável.

Lembranças de casamento com interesse

Uma lembrança de um casamento glamoroso e chique é apenas um dos detalhes que devem ter em conta quando decidirem o que, e como oferecer. Evitem oferecer objetos que apenas servem para colocar no fundo da gaveta lá de casa. Pensem no que se relaciona com vocês, com o casamento, com o ambiente, e o que provocará um impacto positivo nos convidados. Na dúvida ofereçam lembranças doces. Porém, a apresentação deve ser pensada ao detalhe. De acordo com o que pretendem, criem ou um espaço especial para as lembranças na sala da receção, ou coloquem-nas nas individualmente mesas do jantar se fizerem parte de decoração. Complementarmente podem tornar as lembranças de casamento num momento de entretenimento, como por exemplo, se colocarem uma mesa de doces e embalagens para os convidados criarem a sua própria lembrança (de forma fácil). Este poderá ser mais um momento de entretenimento, em vez de um simples recebimento banal.

 

Se querem uma festa, proporcionem o ambiente

Preparem o baile, não se limitem a assumir que os convidados se vão divertir porque contrataram um DJ de renome. O ambiente é grande determinante do sucesso de uma festa. Criem uma pista central com a iluminação correta e onde os convidados se sintam impelidos a participar. O Dj ou banda deve estar atento à necessidades dos convidados e fazer a festa fluir sem ter cair no óbvio.

Personalizem, personalizem, personalizem

Quer sejam outros quer sejam vocês mesmos a fazer, deem o vosso toque único aos detalhes do casamento. Quer seja nas flores que escolhem para a recepção, quer seja na caixa das alianças, tudo o que fazem deve ter o vossos cunho, a vossa marca. É assim que se faz um casamento unicamente glamoroso e muito chique: com vocês!

Sejam gratos

Não se esqueçam de agradecer, ser chique é ser educado, e um casamento super especial pode terminar num casamento sem interesse se não forem noivos gratos. Não se esqueçam de enviar uma nota de agradecimentos a todos os convidados, o tempo e custo deste gesto é ínfimo comparável com o seu resultado.

 Existem inúmeros detalhes e pormenores que um casamento chique e glamoroso implica e que vocês terão determinar quais os ideais a incluir no vosso casamento. Aqui só foram antevistos uma ínfima parte deles. Dará tudo muito trabalho, mas criarem um casamento único pela sua atmosfera e ver os vosso convidados a falarem positivamente sobre isso durante anos, acreditem, vale a pena. Criem um casamento repleto de detalhes e sempre com a perspetiva de receber bem quem convidam, isto é um casamento chique e glamoroso, isto é o vosso casamento.

Créditos imagens: 1,6,3, 4 ,7 ,9,11,5,10,15, 22, 24, 8,12, 13, 14,20,23,2, 19,17,18,21,25

Artigos relacionados

cartões marcadores casamento
Se este é o vosso dia, também é um dia importante para os vossos convidados, pois certamente também vos são estimados. Como tal...
Casamento no campo
Se sonharam com um casamento ao ar livre com um tom rústico e com ar natural, um casamento no campo pode bem ser a realização...
Desde sempre que as propriedades afrodisíacas de certos elementos, como os alimentos, aparecem referidas na história. Os...
mesa decorada com vasos de flores em tons rosa
Num casamento as flores são quase sempre itens indispensáveis a considerar no orçamento. Para conseguir o...

nos fornecedores

A Step é o resultado de um projeto profissional de duas sócias,...
Organização de casamentos em locais e actividades...
Realizamos Casamentos Simbólicos sem referências religiosas, que...

na galeria

Ferramentas