Casamento grego

cerimónia de casamento na Grécia na ilha de Santorini

Os casamentos gregos podem ser considerados um tributo ao festejo. Um casamento grego é um evento; quem o presencia nunca se tende a esquecer. A recepção de um casamento grego é uma festa de arromba, onde a diversão e a dança são palavras de primeira ordem. Algumas tradições são originárias da antiguidade e as restantes são originárias da religião ortodoxa, comum à maioria do povo grego. Um casamento com tradições gregas é sempre sinónimo de história e de celebração.

Tradições antigas

Tal como em muitas outras culturas, no passado, os casamentos gregos eram uma espécie de acordo entre a família da noiva e a família do noivo. A família da noiva oferecia o dote, que poderia ser uma parcela de terreno, dinheiro, ou outros bens da família. Na cama de casados dos noivos, era colocado o dinheiro oferecido pelas famílias, e quem visitasse a casa também costumava contribuir com dinheiro para a nova vida dos noivos.

A maioria dos casamentos eram celebrados especialmente em Janeiro, pois seriam mais favoráveis à protecção da mulher, porque este mês era dedicado a celebrar a deusa Hera, mulher de Zeus e defensora das mulheres. O mês de Janeiro era também considerado o mês da fertilidade. Os convites eram entregues em mão juntamente com um doce ou com flores.

Era prática comum a noiva levar consigo, grãos de cereais ou certas ervas como um ritual de fertilidade. O bolo de casamento era tipicamente feito com mel, sementes de sésamo e marmelo, simbolizando o bom e o mau que poderia aparecer pela vida fora. Os pais presenciavam a cerimónia de casamento, acompanhando o casal à sua nova casa numa procissão acompanhada por jovens entoando cânticos.

A cerimónia

Na Grécia a maioria da população tem como religião, a religião ortodoxa, onde o casamento representa um Sacramento. A cerimónia é da responsabilidade do padrinho de casamento e do sacerdote. A cerimónia é iniciada fora da igreja por uma bênção repetida três vezes pelo sacerdote significando a tríade: Pai, Filho e Espírito santo. De seguida os noivos dirigem-se para o interior da igreja onde os noivos acendem velas que seguram durante a restante cerimónia.

De seguida ocorre a coroação, ritual que simboliza o reconhecimento do papel dos noivos no reino de Deus. Estas coroas são colocadas nas cabeças dos noivos. As coroas podem ser feitas em diversos materiais como folhas verdes, flores, tecido, ou no material que os noivos desejarem. Antes de serem colocadas nos noivos, estas coroas são dispostas em frente à igreja e atadas por uma fita (significando a união eterna dos noivos) sendo colocadas sobre um tabuleiro de amêndoas. A noiva e o noivo trocam as coroas um com o outro três vezes. Logo depois da cerimónia as amêndoas onde as coroas se encontravam dispostas, são distribuídas às mulheres solteiras.

A cerimónia continua com leituras e a partilha de um copo de comunhão. Por fim o sacerdote agarra nos braços do noivo e da noiva e conduz os dois à volta da plataforma da igreja três vezes. Termina assim a cerimónia ficando os noivos unidos como marido e mulher.

A recepção

Uma recepção de casamento grega normalmente prolonga-se até ao amanhecer. Esta recepção de casamento é comum ser repleta de momentos alegres, incluindo muita comida, muitas bebidas, e muita música e dança. Estas recepções duram até ao amanhecer, e o elemento mais importante é sem dúvida a música e a dança. A dança mais tradicional é a Kalamatiano, a tradicional dança do lenço. Os noivos dançam juntos unidos por um lenço que cada um agarra nas pontas. Normalmente o noivo e a noiva convidam outros para se juntarem à dança, podendo prolongar-se durante horas. É também comum partirem-se muitos pratos para dar sorte ao casal.

Conceitos e tradições actuais

A tradição do casamento grego incorpora diversos rituais que servem para abençoar a vida que inicia para o casal.

  • Parte-se um prato na soleira da casa dos noivos para afastar os maus espíritos.
  • Em alguns locais atira-se um ferro para cima do telhado, noutros coloca-se um pedaço de ferro dentro da casa dos noivos para dar força à união.
  • Se os noivos pretendem ter uma família extensa é comum esmagarem com o pé uma romã, símbolo da fertilidade.
  • Para uma vida doce juntos os noivos dão a comer um ao outro mel.
  • Um casamento grego tradicional é usualmente celebrado a um domingo.
  • Para dar boa sorte aos noivos, a família atira dinheiro para a cama dos noivos.
  • Os convites incluem sempre um motivo floral que pode ser impresso. Adicionalmente colocam-se pétalas secas de flores no envelope dos convites do casamento.
  • No ramo de noiva é usual adicionar ervas aromáticas como o tomilho, hortelã-pimenta ou manjericão.
  • O bolo de casamento é feito com mel sementes de sésamo e marmelo.
  • É também usual a família e os amigos escoltarem os noivos até ao quarto, na noite de núpcias, e fazerem-lhes uma romântica serenata.
  • Como lembrança de casamento é usual oferecerem-se amêndoas revestidas a açúcar, usualmente chamadas de koufeta.

Artigos relacionados

buda budha
A visão budista do casamento é bastante liberal. O casamento não é considerado um dever religioso,...
Casamento africano
África, o continente com mais civilizações antigas, com as culturas mais diversas, repleta da enorme diversidade que a...
cerimónia de casamento na Grécia na ilha de Santorini
Os casamentos gregos podem ser considerados um tributo ao festejo. Um casamento grego é um evento; quem o presencia nunca...
Casamento Japonês
Costumes como a troca de alianças, o bolo de casamento, lua-de-mel complementam um casamento japonês.

nos fornecedores

Receber bem e partilhar momentos especiais com o requinte, a...
O dia do nosso casamento é único e merece ser celebrado ao som...

na galeria

Ferramentas