Aí vem o noivo

Noivo e padrinhos

Segundo as nossas estatísticas, 34% dos noivos participam muito no planeamento do casamento, e apenas 7% não participam nada. Estes 34% envolvem-se ativamente no planeamento do casamento.

O nível de envolvimento do noivo no planeamento do casamento tem vindo a aumentar ao longo do tempo. Já lá vai o tempo em que o papel do noivo apenas se cingia ao pedido de casamento e ao “sim” do dia do casamento.

Os casais de noivos atuais, especialmente os que pagam o seu próprio casamento, ambos participam na organização do casamento.

Quando o noivo participa ativamente na partilha de atividades, é muito comum ter a seu cargo a gestão da música, o design dos convites de casamento, a pesquisa e direção do fotógrafo, a animação, a lua-de-mel e o transporte. Logicamente que não tem de se cingir apenas a estas tarefas: selecionar o bolo do casamento, o catering, a decoração, e tudo o que desejar, também podem ser tarefas partilhadas com a noiva.

Mostrar a personalidade do noivo

Com a evolução do estilo do casamento e da relação dos casais, o noivo gosta cada vez mais de incutir detalhes da sua personalidade numa festa que afinal também é dele. Desde incutir os seus gostos musicais, decidir detalhes no seu fato e acessórios de casamento, e tudo isto de forma divertida, demonstrando mais companheirismo para com a sua companheira. O noivo pode ter um papel de ainda maior destaque no casamento, podendo criar uma coreografia com os seus amigos, cantar uma serenata à noiva, ou preparar uma sessão fotográfica romântica no dia do casamento.

Diferença entre noivo e noiva

Enquanto a noiva se preocupa se os cocktails são bonitos, o noivo preocupa-se se os cocktails são saborosos. A noiva usualmente preocupa-se mais com detalhes da decoração do casamento, enquanto o noivo se preocupa mais com a diversão dos convidados, como com as bebidas e a música. Resumindo, ambos são imprescindíveis, e a sua colaboração torna a festa do casamento melhor.

Como se envolver no planeamento

Para um noivo que não sinta que se pode envolver ou não saiba como se envolver no planeamento do casamento, o ideal é que decida o que pretende para os seus convidados – como deseja que eles se sintam no dia do casamento (alegres, nostálgicos, divertidos, numa festa de família...). Desta forma pode começar a pensar em ideias divertidas e interessantes para conseguir colocar esses desejos na prática. Deve permitir que a sua personalidade brilhe, tratando da seleção e delineando ideias divertidas com a noiva e com os músicos e com o pessoal da animação e/ou escolher músicas para o casamento que demonstrem a sua personalidade.

E para os noivos mais tradicionais, mesmo que os amigos gozem com o facto de ir escolher as flores para o dia do casamento, diga-lhes apenas que vai porque quer ir, afinal o casamento é uma aventura a dois. A noiva deve respeitar a opinião do noivo e como tal ser uma companheira. Devem saber chegar a um consenso, afinal o casamento é de ambos!

Artigos relacionados

Num casamento as flores são quase sempre itens indispensáveis a considerar no orçamento. Para conseguir o...
Livro de honra aos noivos com imagem em quadro
As palavras leva-as o vento, e para que nem um tufão as roube, nada como ter um livro de honra no casamento para que os...
Um gestor profissional de casamentos (também referido como organizador), é uma decisão que os noivos devem...
1. Em vez de uma recepção sentada com bar aberto, façam um brunch, ou seja um pequeno-almoço...

nos fornecedores

Sonus Sax é uma empresa dedicada à animação musical ao som de um...
A Quinta da Memória é prova viva de que o romantismo e o...
Vestidos de noiva das mais prestigiadas marcas e vestidos de...

na galeria

Ferramentas